Fundação Portugal-África › Boletim da Fundação Portugal África – Nº 67 – julho/agosto 17
Slide background


Boletim da Fundação Portugal África - Nº 67 - julho/agosto 17

Pirataria no Golfo da Guiné – A Rede Inter-regional de Combate à Criminalidade Marítima no Golfo da Guiné (GOGIN), iniciou as suas atividades, em maio, através de um cofinanciamento da União Europeia e da Dinamarca. Pag 2

Eleições Legislativas no Senegal – Realizaram-se, a 30 de julho, eleições legislativas no Senegal que ficaram marcadas pela grande confusão e indecisão por parte dos eleitores, devido à existência de 47 listas de movi- mentos e partidos participantes para escolherem 165 deputados, número que aumentou dos anteriores 150 em virtude de uma recente reforma institucional. Pag 2/3

Compacto África – Sob a presidência alemã do G20, teve lugar, a 12 e 13 de junho, em Berlim uma Conferência dedicada à Parceria a África – G20. O evento foi organizado pelo Governo alemão, pelo Presidente da Guiné Co- nacri, atual Presidente da União Africana, Alpha Condé e pelo Presidente da Comissão da União Africana, Moussa Faki. Pag 3/4

Relatório às Dívidas Ocultas em Moçambique – Em finais de junho foi divulgado pela Procuradoria-Geral da República de Moçambique o relatório
da auditoria independente, feito pela empresa Kroll, ao caso das dívidas ocultas que envolviam as empresas estatais EMATUM, MAM e PROINDICUS. Pag 4/5

Cimeira do G-5 Sahel – A Cimeira do G-5 Sahel, que engloba o Mali, Níger, Chade, Mauritânia e Burkina Faso, que teve lugar a 2 de julho em Bamako, Mali, serviu para definir os aspetos operacionais da criação de uma força de 5.000 soldados autorizada pela ONU, em finais de junho. Pag 5/6

XXIX Cimeira da UA – A XXIX Cimeira de Chefes de Estado e de Governo da União Africana, decorreu entre os dias 3 e 4 de julho em Adis Abeba, Etiópia. O financiamento, a reforma da organização e os conflitos que afetam o continente foram os principais temas desta Cimeira. Pag 6/7

Eleições Gerais no Quénia – As eleições gerais quenianas, realizadas a 8 de agosto, estiveram envolvidas em polémica mesmo antes da sua rea- lização. Pouco antes da sua realização, a oposição ao Presidente Uhuru Kenyatta, reunida na Super Aliança Nacional, acusou o Presidente de estar a manipular a elaboração dos boletins eleitorais. Esta acusação surgiu na sequência da atribuição da impressão dos boletins de voto a uma empresa árabe, a Al Ghurair, com ligações a Kenyatta. Pag 7/8

Paul Kagamé eleito para novo Mandato – As eleições presidenciais no Ruanda, realizadas a 4 de agosto, deram a vitória ao atual Presidente Paul Kagamé com uma larga maioria, o que lhe permitirá iniciará o seu terceiro mandato à frente do país. Pag 8/9

Moção de Censura conta Jacob Zuma – No dia 8 de agosto o parlamento sul-africano votou a moção de censura que a oposição apresentou contra o Presidente Jacob Zuma. Em causa estavam as acusações de corrupção que pendiam contra o Presidente sul-africano. Pag 9/10

Eleições Gerais em Angola – A grande novidade das eleições gerais de 23 de agosto era o facto do principal partido, o Movimento Popular de Libertação
de Angola (MPLA) apresentar João Lourenço como candidato à presidência do país em substituição de José Eduardo dos Santos. Pag 10/11